sábado, abril 13, 2024
InícioLITORALPARANAGUÁCasa da Mulher Parnanguara é inaugurada em Paranaguá

Casa da Mulher Parnanguara é inaugurada em Paranaguá

A Casa da Mulher visa a construção de espaço de referência para proteção e defesa dos direitos da mulher vítima de violência, de modo a proteger e prevenir a continuidade de situações de violência.

O prefeito Marcelo Roque destacou que o espaço teve recursos públicos bem aplicados. “Investimos para que seja a Casa da Mulher Parnanguara e atue com políticas públicas que valorizem as mulheres parnanguaras. Vamos trabalhar em conjunto com diversos órgãos e parabenizo a todos por esta conquista tão importante para nossa cidade”.

E hoje, a Prefeitura de Paranaguá por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e da Secretaria da Mulher inaugurou a Casa da Mulher Parnanguara que vai atender mulheres vítimas de violência como um espaço de referência e acolhimento.

A solenidade foi prestigiada pela assessora de Gabinete da Deputada Leandre, Clemilde Santiago. “Agradeço ao prefeito pela ousadia em criar esta secretaria. Esta é equipe honra a todas as mulheres. Hoje vejo acontecer no Estado o que nunca aconteceu antes: um olhar especifico para as mulheres, uma politica que fortalece as mulheres”.

Sua fala foi acompanhada pela secretária Municipal de Gabinete Institucional, Christiane Yared. “Ousadia é a palavra da gestão do prefeito Marcelo Roque que tem em sua equipe mulheres poderosas. Gostaríamos que não precisássemos de um espaço deste, mas a realidade é que precisamos atender estas mulheres. Este espaço vai beneficiar o dia-a-dia das mulheres que sofrem violência”, disse.

A Casa da Mulher Parnanguara foi construída com recursos da Secretaria Municipal de Assistência e teve um investimento de R$ 1.393.115,44 por parte do município.

Para a secretária Municipal de Assistência Social, Ana Paula Falanga, “este dia é de muito orgulho para nós, vocês estão vendo a casa que vai proteger as mulheres vítimas de violências, mas é uma longa caminhada que envolveu muitas pessoas. Agradeço a todos que colaboraram para que hoje Paranaguá pudesse ser uma Cidade Protegida e Inclusiva. Junto com a equipe da Semas, esteve a SEMMU envolvida. A equipe que fará a gestão neste espaço é maravilhosa e vai atender adequadamente a todos”, declarou.

Vandecy Dutra, secretária Municipal da Mulher, envolvida em todo o processo agradeceu ao prefeito por acreditar no seu trabalho para dar vida a uma secretaria recém criada para implantar políticas públicas novas e tão importantes para a sociedade. “Sozinhos não realizamos nada, quero parabenizar a nossa equipe que trabalha muito para a diferença na vida de mais de duas mil mulheres atendidas”, reforçou a secretária.

A estrutura da Casa da Mulher Parnanguara poderá incluir serviços das diferentes áreas envolvidas no atendimento, como Acolhimento e Triagem; Apoio Psicossocial; Delegacia Especializada; Juizado Especializado em Violência Doméstica e Familiar contra as Mulheres; Promotoria Especializada; Defensoria Pública; Serviço de Promoção de Autonomia Econômica; Brinquedoteca – espaço de cuidado das crianças; Alojamento de Passagem e Central de Transportes.

O novo espaço terá seus serviços compartilhados com a Secretaria da Mulher e a Secretaria de Assistência Social com atendimento socioassistencial, patrulha Maria da Penha – também implantada pela atual administração – equipe da secretaria de Saúde, entre outros profissionais que atuam em políticas intersetoriais e institucionais da Prefeitura de Paranaguá, possibilitando a integração dos serviços e a articulação entre as diferentes ações para ofertar o atendimento e acolhimento integral às mulheres em situação de violência e seus filhos em um espaço aconchegante e seguro.

“Este espaço é um exemplo para o Estado e o Brasil. É um local destinado a aplicação de politicas publicas que atendem as demandas da população. Trabalhamos na Camara para isso, para aprovarmos os orçamentos que irão promover melhorias na vida dos parnanguaras”, disse o vereador e líder do governo na Câmara, Júnior Leite.

“Como delegado de polícia é muito triste termos que prender um agressor e a mulher, vítima, pede para que o soltemos, pois não tinha local para ficar junto com seus filhos. Isso prova que precisamos de políticas públicas para que, em conjunto, o trabalho em prol da sociedade possa ser feito. Tenho certeza que o dia de hoje ficará marcado para um futuro melhor”, disse o Delegado da Polícia Civil e vereador, Nilson Diniz.

O resultado do trabalho contou com o compromisso social com a causa das mulheres como as empresas: ATEXP, OGMO, SINDOP L7, PORTO OBRAS, TERMINAIS DO SUL, MGC ARQUITETURA, PONTALLE, MLV MÓVEIS, CASINHA DOS SONHOS. As empresas contribuíram diretamente para a equipagem da casa.

ULTIMAS NOTICIAS
- Advertisment -