terça-feira, maio 28, 2024
InícioLITORALPARANAGUÁParanaguá convoca população para Dia D de imunização contra a Gripe

Paranaguá convoca população para Dia D de imunização contra a Gripe

Neste sábado, 13, a Secretaria Municipal de Saúde realizará o Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. A iniciativa tem como objetivo vacinar o público preconizado pelo Ministério da Saúde contra a Influenza e também incentivar a população a atualizar a carteirinha de vacinação.

A superintendente de Vigilância em Saúde, Cleonice Ferreira, enfatiza que a data é uma oportunidade a mais para se vacinar. “O Dia D é uma chance para aqueles que, por algum motivo, não conseguiram se vacinar durante a semana. É fundamental que os grupos prioritários se imunizem contra a gripe. A vacina é a melhor forma de prevenção de complicações graves, internações e até mesmo mortes em decorrência da influenza”, salienta.

A campanha será realizada das 8h às 17h, em 11 unidades básicas de saúde: no Jardim Santos Dumont, na Ilha dos Valadares (unidade Emir Roth), na Serraria do Rocha, na Vila do Povo, no Jardim Iguaçu, Vila Garcia, Caic, Leblon, Alexandra e Ilha do Mel (Encantadas e Nova Brasília).

Além das unidades, o ônibus adaptado “Vacina Móvel” estará no Terminal Urbano, no Centro, como unidade itinerante somente para vacina contra a gripe.

A superintendente de Assistência à Saúde, Ghislaine Corrêa, ressalta que, além da vacina contra a gripe, as pessoas também podem aproveitar para atualizar suas vacinas de rotina. “Mesmo o foco direcionado à vacina contra gripe, esta é uma oportunidade para a população colocar o calendário vacinal em dia. Às vezes tem alguma vacina de rotina em atraso e esta é mais uma chance de se imunizar também contra outras doenças”, destaca.

Para receber as doses, é necessário apresentar um documento de identidade, Cartão SUS, se possível, a carteirinha de vacinação e comprovante de pertencimento ao grupo prioritário nos casos de vacinação contra a gripe.

A meta é vacinar pelo menos 90% de cada um dos grupos prioritários que incluem crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade, trabalhadores da saúde, gestantes, puérperas, professores, povos indígenas, idosos com 60 anos ou mais, pessoas em situação de rua, profissionais das forças de segurança e salvamento, profissionais das Forças Armadas, pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário para passageiros urbanos e de longo curso, população privada de liberdade e funcionários do sistema de privação de liberdade, e adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas.

ULTIMAS NOTICIAS
- Advertisment -
1024x852.jpg" alt="" class="wp-image-5580"/>