Família de estivador desaparecido encontra bicicleta na região de Alexandra

0
591

Please enter banners and links.

A bicicleta usada pelo estivador Rogério Versão Miranda, de 50 anos, desaparecido desde a última quarta-feira, 22, foi encontrada por familiares na área de uma pedreira desativada, na localidade do Ribeirão, no bairro de Alexandra, em Paranaguá, na tarde do domingo, 26.
DESAPARECIMENTO
De acordo com a esposa de Rogério, ele saiu para trabalhar na quarta-feira, 22, e não retornou para casa. Ao longo do dia, o estivador trocou mensagens através do celular com a companheira, mas logo em seguida, não atendeu às ligações e nem respondeu as tentativas de contato.
Na quinta-feira, 23, familiares procuraram a Polícia Civil e registraram um boletim de ocorrência.
PIXIRICA
Desde o dia do seu desaparecimento, familiares e amigos fazem busca na região de Alexandra, bairro onde Rogério morava.
Na tarde de sexta-feira, 24, funcionários de uma lanchonete instalada no KM 08, da BR-277, relataram que teriam visto o estivador em uma bicicleta, seguindo no sentido do Alexandra.
Diante deste fato, as buscas por Rogério se concentraram em um matagal que dá acesso a uma pedreira desativada, frequentada por praticantes de rapel, ciclismo e também para a realização de celebrações religiosas.
Moradores da região relatam que ultimamente o local vem sendo usado por moradores em situação de rua, andarilhos e usuários de entorpecentes.
Na tarde de domingo, 26, com o apoio de policiais militares, a família encontrou a bicicleta que Rogério usava no deslocamento para o trabalho. Uma bolsa com alguns pertences do estivador também foi recolhida no local.
Parentes do estivador devem procurar nesta segunda-feira, 27, o Corpo de Bombeiros, e solicitar a participação de equipes especializadas neste tipo de busca.
A corporação utiliza cães farejadores e outras técnicas para localizar pessoas desaparecidas em áreas de difícil de acesso.
Qualquer informação sobre o paradeiro de Rogério Versão Miranda deve ser repassada imediatamente para os telefones de emergência, o 193, do Corpo de Bombeiros, o 190 da Polícia Militar e o 153, da Guarda Civil Municipal de Paranaguá.
A família também disponibilizou um número telefônico para contato, 41 99572 – 9220.
Fonte: Ilha do Mel FM

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here