Escolas próximas da região portuária ganharão oficinas socioeducacionais com incentivo da Cattalini

0
138

Please enter banners and links.

Alunos das escolas municipais Profª Arminda de Souza Pereira, Eloina Loyola de Camargo Viana e Randolfo Arzua receberão
oficinas de percussão corporal como forma de ativar a coordenação motora, criatividade e desenvolvimento de ritmo das crianças
Curitiba, 6 de junho de 2022 – Nos próximos dias 8 e 9 de junho, três escolas de ensino fundamental próximas da região portuária, em Paranaguá, receberão a “Oficina de Percussão Corporal”, destinada a alunos e professores, que visa despertar a descoberta dos diversos sons que podemos extrair do corpo humano e transformá-los em música.
A proposta é levar até as escolas municipais Profª Arminda de Souza Pereira, Eloina Loyola de Camargo Viana e Randolfo Arzua, a reconhecida arte educadora Andrezza Prodóssimo, mestranda em Música pela UFPR, cantora, pianista, percussionista corporal, compositora, fundadora e vocalista do famoso grupo de MPB infantil “Taque Tique Tá”, para desenvolver uma oficina de três horas, que engloba teoria musical e prática de percussão corporal. A ação é um incentivo social da Cattalini Terminais Marítimos para a comunidade parnanguara.
A percussão corporal auxilia no desenvolvimento da coordenação motora, na criatividade, no desenvolvimento de ritmo das crianças, sendo um exercício físico dinâmico que, juntos, proporcionam sons que formam a arte e a música. “A ideia é levarmos oficinas que sejam de fácil acesso para os alunos e professores. Essas oficinas socioculturais de percussão corporal, além de inserirem a educação artística e física, podem ser elaboradas com conteúdos da área de ciências, por exemplo, em que as crianças reconhecem o próprio corpo humano”, finaliza Siciane Geruntho, produtora do “Natal em Paranaguá”, projeto cultural que promove a ação junto com a Cattalini.
Sobre Andrezza Prodóssimo – Mestranda em Música pela UFPR, é cantora, pianista, percussionista corporal, compositora, fundadora e vocalista do grupo Taque Tique Tá – MPB para Crianças desde 2010 (com o primeiro disco gravado em 2016) e integrante do grupo FATO desde 2018. Atua como professora de musicalização infantil no Centro Cultural Villa-Lobos, pianista do Coral Curumim e desenvolve diversas oficinas em Curitiba de música corporal, onde fez parte do corpo de professores da 37.ª Oficina de Música de Curitiba com o curso “Música Corporal para Educadores Musicais – Proposta para Performance Coletiva”. Atualmente está engajada nos estudos da Música Corporal, iniciado em 2006 com Ronaldo Crispim (Música do Círculo – SP), Rubens Oliveira, Charles Raszl, Keith Terry e aprofundou-se neste trabalho com o fundador do grupo Barbatuques, Fernando Barba.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here