Prefeitura segue com eventos suspensos

0
76

Please enter banners and links.

O prefeito Marcelo Roque esteve reunido com a equipe técnica da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) para definir as festividades dos próximos meses no município. Conforme já informado pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secultur) os eventos previstos em calendário no 1.º semestre seguem suspensos.

“Notamos os avanços de casos de coronavírus e doenças respiratórias no último mês, partindo de 150 a 200 casos a cada três dias. No Paraná, 86% dos leitos estão ocupados. Não tivemos nenhum evento até agora, e essa retomada, será gradativa para a segurança de todos”, comentou o prefeito Marcelo Roque.

Na oportunidade, foi anunciado que no dia 28 de julho para o dia 29 de julho, aniversário de Paranaguá, a Prefeitura prepara um show que acontecerá no Gigante do Itiberê. Outros atos, como o tradicional Desfile Cívico, seguem suspenso.

“É uma volta responsável e gradativa. Local público não tem como ter controle, diferente do estádio que vamos exigir o mínimo de segurança com a apresentação de carteira de vacinação e máscara. Não podemos retroceder tudo aquilo que mantemos até agora”, destacou o prefeito.

A Organização das Nações Unidas (ONU) e a Organização Mundial da Saúde (OMS), descartam a hipótese de que a pandemia de Covid-19 tenha acabado e reforçam que esse fim ainda não tem data certa. As sublinhagens da variante ômicron BA.1, BA.2 e a aparição da delta-ômicron preocupam e são mais um indicativo de que a pandemia não acabou. Além disso, muitas pessoas em todo o mundo, inclusive no Brasil, ainda não receberam as doses da vacina contra a doença.

A Secretaria Municipal de Saúde reforça que os boletins epidemiológicos mostram que a média no mês de maio contou com picos de aproximadamente 150 casos a cada três dias. “A vacinação auxilia significativamente na diminuição de casos agravados e óbitos pela doença, contudo os cuidados para evitá-la precisam ser mantidos. A variante ômicron avançou rapidamente em vários países e se apresentou ainda mais transmissível do que a anterior o que reforça a necessidade de manter os cuidados para não termos novas ondas de infecções”, salienta a secretária municipal de Saúde, Lígia Regina de Campos Cordeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here