Homem que se passava por policial civil e aplicava golpes em todo país foi preso em Matinhos

0
238

Please enter banners and links.

Rafael Henrique Martins Bezerra, de 31 anos, acusado de aplicar vários golpes no Paraná e em outros estados foi preso no dia 1.º de abril, em Matinhos, por policiais civis.
O estelionatário estava hospedado em uma pousada, na Rua Reinoldo Scheffer, na beira mar da cidade, e com um comparsa, se preparava para aplicar novos golpes.
De acordo com a investigação, Rafael se passava por policial civil de Santa Catarina e enganava empresários e donos de imóveis, que ele alugava.
O golpista também negociava a venda de aparelhos celulares.
POLICIAL
Ainda de acordo com a investigação da PCPR, Rafael se hospedou em Matinhos e disse na recepção que era policial civil e carregava uma pistola na cintura.
Durante o breve período que ficou no estabelecimento comercial, o golpista tentou vender um aparelho celular para os funcionários. Desconfiados da situação, eles acionaram o polícia.
Investigadores foram até pousada e visualizaram, pela janela do quarto, uma arma de fogo jogada ao lado da cama.
Os policiais pesquisaram junto ao Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública e Justiça (INFOSEG), o nome completo do hospede. As equipes constataram que haviam vários registros por estelionato e golpes aplicados por Rafael, no Paraná, em São Paulo e em outros estados do país.
As equipes confirmaram também que não havia nenhum registro funcional, em nome do suspeito, na Polícia Civil de Santa Catarina.
CURITIBA
Um dos boletins de ocorrência registrados em nome de Rafael foi confeccionado no dia anterior. O estelionatário estava hospedado em um hotel, na região central de Curitiba, onde simulou a venda de dois celulares para outro hospede.
A vítima efetuou o pagamento das mercadorias em uma máquina de cartão que estava com Rafael, mas não recebeu os aparelhos.
QUARTO
Diante dos fatos, os policiais civis abordaram Rafael e o outro indivíduo que estava no quarto da pousada.
Dentro do cômodo foram apreendidos um simulacro de pistola, um coldre, uma capa de colete balístico e uma máquina de cartão.
Também foram recolhidos no local, um cartão bancário, em nome de uma senhora, de 85 anos, vítima do estelionatário, e R$ 4 mil.
FINANCIAMENTOS
Em contato com a vítima, ela relatou que tem problemas de saúde e dificuldades de locomoção e que por esse motivo não registrou um boletim de ocorrência contra Rafael. A idosa confirmou que o estelionatário fez vários financiamentos bancários em seu nome.
PRISÃO
Presos, Rafael e o comparsa foram encaminhados para a Delegacia Cidadã de Matinhos, que segue com as investigações.
Qualquer pessoa que tenha sido lesada ou caído em algum aplicado pela dupla deve procurar imediatamente uma unidade policial, no litoral do estado, ou ligar para (41) 3511-0300 e falar direto com os investigadores da Polícia Civil de Matinhos.
Foto: Redes Sociais
Fonte  Radio  Ilha  do  mel

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here