Inaugurado o Centro de Atendimento Integrado para Crianças e Adolescentes Vítimas de Violência

0
127

Please enter banners and links.

Um projeto pioneiro no Estado do Paraná está sendo implementado em Paranaguá, trata-se do Centro de Atendimento Integrado para Crianças e Adolescentes Vítimas de Violência (CAICAVV) que foi inaugurado nesta quinta-feira, 16, localizado na região central da cidade, na rua Júlia da Costa, próximo a Praça dos Leões. O espaço recebe o nome de José Francisco Soares Linhares, que foi atuante na área de comunicação social e empresarial.

O objetivo do projeto é reunir em um só local várias entidades e órgãos que trabalham com a proteção dos direitos das crianças e adolescentes, como as secretarias de Assistência Social (Semas), Saúde (Semsa) e Educação (Semedi), o Conselho Tutelar, e em breve, o Ministério Público e o Nucria. O espaço conta com salas de atendimento individual e coletivo, salas de escuta, consultórios para atendimentos especializados e profilaxia, proporcionando assim um atendimento menos burocrático, mais humano e acolhedor para as vítimas de violência.

“Parabenizamos a todas as pessoas envolvidas nesse projeto e que irão trabalhar neste importante espaço que já é referência no Paraná. Aqui as crianças e famílias que passam por situações de violência serão atendidas com mais acolhimento, sem passar por constrangimentos e terão um serviço de qualidade”, comentou o prefeito Marcelo Roque.

A secretária de Assistência Social, Gisele Cristina, conta que o projeto saiu do papel com o apoio do corpo técnico. “Há muitos anos temos pessoas engajadas nessa causa que buscaram referências em todo o país para termos essa realização hoje. O Centro Integrado busca evitar a revitimização da criança ou adolescente, evitando que o sofrimento seja revivido. Aqui os depoimentos serão colhidos uma vez e utilizados de maneira interdisciplinar, pelos diversos atores, para que tomem as medidas necessárias”, explicou.

A união das secretarias municipais é fundamental para o sucesso do projeto, pois o trabalho em conjunto melhora e agiliza o processo como um todo. A secretaria de Educação, Tenile Xavier, conta que por muitas vezes a escola é o primeiro local onde são identificados os casos de violência. “Para nós da educação este espaço é muito importante. A porta de entrada para as denúncias, geralmente, é na sala de aula onde o professor identifica as vítimas. A partir de agora temos este local dedicado para o apoio pedagógico, e também de outros órgãos, para impedir a frustação, o constrangimento e principalmente dar agilidade nos processos cabíveis”, declarou.

A secretaria de Saúde também está envolvida no CAICAVV, dando suporte no acompanhamento psicológico, enfermagem e colocando toda a rede de saúde pública a disposição.

“É uma satisfação trabalhar com a união de esforços, o processo se torna mais eficiente, mais célere e mais duradouro quando há uma equipe dessa envergadura. Tenho a certeza que este é um legado para Paranaguá e o dia de hoje ficará marcado na história da cidade”, contou a secretária de Saúde, Ligia Cordeiro.

O Centro Integrado em Paranaguá

A Cidade Mãe do Paraná se torna o primeiro município do Estado a realizar um projeto dessa maneira. Foi criada a Comissão Municipal de Enfrentamento a Violência Contra a Criança e o Adolescente (Comev), que elaborou o projeto buscando referências nacionais e agregando melhorias, como conta a presidente da Comev, Janaína Arantes. “Buscamos inspiração nos projetos que deram certo pelo país e colocamos alguns diferenciais do acolhimento ao tratamento, com atendimento em um só local, com os devidos parceiros”, declarou.

Guilherme Gomes, Promotor de Justiça da 5ª Promotoria de Paranaguá, esteve presente na inauguração e elogiou a iniciativa. “A concretização deste projeto é fundamental para que as crianças e os adolescentes vítimas de qualquer espécie de violência encontrem um porto seguro para a proteção e o desenvolvimento de todas as suas potencialidades”, disse.

Para a delegada do Nucria (Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente) da Polícia Civil do Paraná, Maria Nysa Moreira Nanni, este projeto vai tornar o atendimento mais acolhedor. “Nosso objetivo, enquanto poder público é fazer com que o trauma posterior será rapidamente resolvido e não seja aumentado em função dos necessários atendimentos e encaminhamentos. Realizar estes processos num mesmo lugar possibilita a otimização das informações”, finalizou.

Homenagem

O local recebe o nome do empresário, do setor de comunicação social, José Francisco Soares Linhares. Nascido em 1933, na cidade de Teixeira Soares, no Paraná. Filho de Ogarito Linhares e Maria Brígida Soares, o pai foi telegrafista e a mãe professora, veio morar em Paranaguá aos dois anos de idade, em Alexandra. Iniciou os estudos no Colégio São José, mais tarde estudou no Instituto der Educação e na escola do Comércio. Estudou na Universidade Federal do Paraná, formando-se no curso de Direito. Casou com Erenita Borgias Linhares e teve um único filho, Ogarito Linhares, em 1956. Trabalhou na empresa Rocha, atuou como comentarista esportivo em várias rádios da capital. Dirigiu o Clube Atlético Seleto de 1964 a 1980. Em 1996 passou a ser diretor proprietário da rádio FM Ilha do Mel, onde seguiu até o ano de 2001, com o apoio dos netos Paula Linhares e José Leonardo Linhares. José Francisco Soares Linhares deixou o único filho, a nora, Marinelli Costa, quatro netos e três bisnetos.

A família do homenageado esteve presente e ressaltou a importância do Centro Integrado. “Agradeço ao prefeito Marcelo Roque por fazer esta homenagem ao meu pai e a sua história. Este prédio significa dar esperança às crianças, aos jovens e às famílias em um momento em que mais precisam de acolhimento para superar eventuais dificuldades traumáticas”, afirmou Ogarito Linhares, filho do homenageado.

Estiveram presentes na inauguração do espaço vereadores, servidores públicos e demais autoridades municipais.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here