Telessaúde possibilitará diagnóstico precoce em casos de problemas cardíacos

0
72

Please enter banners and links.

Em virtude de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Saúde, Fundação de Assistência à Saúde de Paranaguá (Fasp), Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e da Rede de Telessaúde da Faculdade Federal de Minas Gerais (UFMG), possíveis casos de problemas cardíacos poderão ser diagnosticados com mais rapidez e de forma precoce.

Paranaguá aderiu ao programa e agora, foi implantado no Centro de Diagnóstico João Paulo II e na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), o sistema de Telessaúde para exames de eletrocardiograma.

Conforme o Centro de Telessaúde Hospital das Clínicas da UFGM, o reconhecimento precoce do acometimento cardíaco em condições crônicas, como na hipertensão, e o reconhecimento de condições que exigem o tratamento rápido, como o infarto agudo do miocárdio e as arritmias cardíacas, são aplicações úteis e eficazes da tele-eletrocardiografia. A redução dos encaminhamentos de pacientes e a possibilidade de comunicação entre os profissionais dos locais remotos com os grandes centros são também potenciais benefícios do telediagnóstico.

Durante esta terça-feira, 14, profissionais atuantes na UPA passaram por treinamento para utilização do sistema. Aqueles que trabalham no Centro de Diagnóstico João Paulo II também realizaram a capacitação recentemente.

Conforme a diretora geral da Fasp, Everllin Guiguer, por meio do telessaúde é disponibilizado à população, o exame de eletrocardiograma laudado por um médico cardiologista. Com o sistema, o paciente realizará o exame, aguardará no próprio local e, em cerca de 10 a 30 minutos, terá o laudo clínico.

Atualmente os exames eletivos ocorrem no Centro de Diagnóstico João Paulo II após encaminhamento realizado pelas unidades básicas de saúde. Já os de urgência e emergência ocorrerão na UPA.

“O médico verificará o exame e retornará em um tempo delimitado, informando se há alguma alteração. Se apresentar alguma alteração, o paciente é de imediato, direcionado a um serviço de saúde. O Telessaúde nos gera a possibilidade de um diagnóstico precoce o que auxilia em salvar vidas”, detalha a diretora geral.

“Na última semana tivemos o caso de um paciente que fez o eletrocadiograma onde foi constatada uma alteração emergencial com necessidade de encaminhamento imediato ao hospital de referência, no caso o Hospital Regional do Litoral e, no dia seguinte, passou por um procedimento de cateterismo no Hospital Angelina Caron.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here