Bispo Dom Amilton, de Guarapuava, celebra missa que dá início à novena da Festa da Padroeira

0
138

Please enter banners and links.

Neste sábado (06), foi dado início a série de novenas em celebração à 208ª Festa Estadual de Nossa Senhora do Rocio, padroeira do Paraná. Assim como no ano passado, as celebrações foram divididas em oito horários para evitar aglomeração.

Desde as 5h, primeiro horário da novena, o Santuário de Nossa Senhora do Rocio esteve cheio de devotos, na quantidade máxima permitida por conta das medidas de segurança contra a Covid-19. Assim foi as 06h, 08h, 10h, 14h, 16h, 18h e 19h, último horário de novena que também contou com a missa presidida pelo bispo da Diocese de Guarapuava, Dom Amilton Manoel da Silva.

Para Dom Amilton, “celebrar na casa da Mãe Padroeira do Estado é uma alegria, pois isso significa que todas as 18 dioceses do Paraná e as duas eparquias estão em sintonia”.

O tema deste primeiro dia de novena foi “Mãe do Rocio, envolvei vossos devotos em vosso manto de amor e proteção”. Segundo o bispo Dom Amilton, a proteção de Maria é uma certeza para os cristãos, especialmente neste tempo de pandemia.

“É uma alegria participar de uma festa mariana porque estamos falando daquilo que é próprio nosso: a mãe de Jesus é nossa mãe e, quando estamos na companhia de Maria, estamos bem próximos a Jesus. A casa da Mãe é a casa do Pai, Maria nos atrai e nos leva a seu filho”, disse.

Manto – símbolo da proteção, do cuidado e da presença de Maria

Em sua homilia, Dom Amilton deixou uma mensagem de amor aos fieis que acompanharam a missa tanto de forma presencial, quanto on-line, já que, diariamente, a missa e novena das 19h é transmitida ao vivo pelo canal do YouTube do Santuário do Rocio. “Os devotos de Maria são todos aqueles e aquelas que Maria assumiu ao pé da cruz. São os seguidores de Jesus, os discípulos missionários, sobretudo os que envolvem Maria. A Lumen Gentium II do Vaticano diz que Maria é parte constitutiva da fé católica, ou seja, não dá para afirmar que somos católicos se não somos marianos. Assim, todo católico é devoto de Maria, de uma forma ou de outra”, afirmou.

O bispo continuou dizendo que Maria cobre a todos os devotos com seu manto, que é símbolo da proteção, do cuidado e de sua presença. “Olhamos dessa forma o próprio Deus, que se debruça sobre nós quando o Pai desce, o Filho se encarna e o Espírito é dado já na cruz e depois em pentecostes. A trindade tem um movimento de descida sobre a humanidade, e a mãe a chamamos assim porque colocamos manto em Maria, a coroamos, e tudo isso faz parte de nossa devoção, deixar nossa mãe bonita para também chama-la de rainha, já que é a Rainha do Paraná, das dioceses, paróquias e comunidades”, disse.

Em sua mensagem, o bispo Dom Amilton convidou a todos a seguirem os passos de Cristo, assim como a Santa Mãe o fez. “Maria é mãe, rainha, mas, sobretudo, serva do Senhor. Por baixo do manto de Maria, tem o avental do serviço. Ela nos ensina a fazer tudo o que o seu filho nos disser”, concluiu.

No domingo (07), missa será presidida por Bispo de Apucarana

Para o segundo dia de novena, neste domingo (07), a programação continua igual, sendo oito horários ao longo do dia. Às 19h, acontece o último horário de novena e missa, que será presidida pelo Bispo da Diocese de Apucarana, Dom Carlos José de Oliveira. O tema será “Mãe do Rocio, envolvei nossas famílias em vosso manto de amor e proteção”.

Assim como a missa deste sábado, no domingo ela também será transmitida virtualmente, por meio do canal do YouTube do Santuário do Rocio.

VEJA TODAS AS FOTOS DESTE PRIMEIRO DIA DE NOVENA CLICANDO AQUI!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here