PARANAGUÁ: ACUSADOS DE MATAR JOVENS EM TÁXI EM 2019 SÃO CONDENADOS PELA JUSTIÇA

0
148

Please enter banners and links.

Na manhã da última sexta-feira (17), foi concluída a Sessão de Julgamento dos acusados pelo duplo homicídio ocorrido no ano de 2019 em Paranaguá.

A justiça condenou Deiveson Aurélio de Castro, vulgo “Tato”, por 16 anos em regime fechado, e também Luiz Fernando de Souza, por 14 anos.

Em 2019 eles foram acusados pelo duplo homicídio dentro de um táxi. As vítimas foram Gabriel Santos França de Freitas e Rafael Alves do Carmo.

De acordo com a Justiça, as famílias das vítimas devem receber uma indenização de R$ 50 mil reais, que deverá ser paga pelas famílias dos acusados.

O CASO

Na madrugada do dia 26 de maio de 2019, dois jovens foram mortos no momento em voltavam para casa em um táxi, no bairro Estradinha, em Paranaguá. O veículo foi parado pelo garupa de uma motocicleta, que abriu a porta traseira e atirou várias vezes contra as vítimas.

Gabriel Santos França de Freitas, de 19 anos, foi atingido por três tiros na cabeça e chegou a ser encaminhada ao Hospital Regional do Litoral, mas não resistiu aos ferimentos e morreu horas depois. Rafael Alves do Carmo, de 25 anos, que estava sentado ao lado do amigo, foi atingido por um tiro na região do ombro e morreu no local.

No carro ainda estava outro passageiro, de 19 anos, que não ficou ferido. O motorista do veículo contou que foi obrigado a parar o táxi no cruzamento das ruas Manoel Correia e Ildefonso Munhoz da Rocha, pois foi abordado por duas pessoas em uma motocicleta. O garupa desceu da moto, abriu a porta traseira e atirou contra os dois jovens.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here