PASTOR É LEVADO PARA A DELEGACIA APÓS DESCUMPRIR TOQUE DE RECOLHER E USO DE MÁSCARA EM PARANAGUÁ

0
335

Please enter banners and links.

Na noite da última segunda-feira (7), o setor policial ficou movimentado em Paranaguá por conta de uma situação atípica que ocorreu na cidade. Um pastor evangélico teve de ser encaminhado para a Delegacia Cidadã de Paranaguá por estar descumprindo o Decreto Estadual vigente no Paraná.

O Decreto tem validade até o dia 11 de junho e busca conter o avanço da disseminação do vírus no Estado, sendo medidas de enfrentamento à Covid-19.

A Polícia Militar (PM) foi acionada por uma fiel para se deslocar até a [[ Vila Guarani. O fato ocorreu por volta das 21:30 horas, ou seja, após o Toque de Recolher, que inicia às 20h no Paraná.

O relato da mulher que acionou a PM é que o pastor da igreja instalada nesta região havia proibido dela entrar no local usando máscara de proteção. Para ter acesso ao interior da igreja, ela teria que tirar a máscara.

Ela, no entanto, se recusou a tirar a máscara por conta do Coronavírus, e acionou a Polícia Militar. No local, os policiais constataram que no interior da igreja cerca de 50 pessoas estavam aglomeradas sem a máscara.

De acordo com as informações repassadas pela PM, o pastor afirmou que era um pedido de Deus que as pessoas não assistissem o culto de máscara.

Diante dos fatos apresentados, os fiéis foram dispersados do local e o líder religioso com a mulher que denunciou foram levados para a Delegacia Cidadã de Paranaguá.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here