EM MORRETES POLÍCIA MILITAR PRENDE HOMEM SUSPEITO DE TRAFICAR DROGAS À BEIRA DO RIO NHUNDIAQUARA.

0
1130

Please enter banners and links.

No início da noite desta segunda-feira (05)  policiais militares da ROTAM, do 9º BPM, foram acionados para realizar a abordagem de um homem suspeito de traficar drogas às margens do Rio Nhundiaquara, no Município de Morretes. A situação foi investigada, e estava sendo monitorada pela Agência Local de Inteligência do 9º Batalhão de Polícia Militar.

Conforme a denúncia, o suspeito, alvo da operação, escondia os entorpecentes na sua casa. Rotineiramente, durante intervalos de tempo, ele saía do imóvel munido de uma pequena porção de tóxicos, e seguia vendendo-os na beira do rio, até acabarem e surgir a necessidade de buscar mais.

Os militares seguiram até o endereço, localizado na Rua Almirante Frederico de Oliveira, Vila Santo Antônio, e acompanharam a situação à distância, observando o modus operandi do indivíduo. Em determinado momento da vigilância, a equipe visualizou o denunciado saindo da sua casa com um invólucro plástico, em uma das mãos, e seguindo de bicicleta até o Rio Nhundiaquara.

Ato contínuo, os policiais militares foram no encalço do suspeito e realizaram a abordagem. Durante a busca pessoal a equipe localizou, enrolados em papel filme, 6 tabletes pequenos de maconha, pesando aproximadamente 11 gramas, e mais 40 reais em espécie, divididos em notas de pequeno valor. No momento da abordagem o indivíduo ainda conseguiu jogar uma porção da droga no rio, ela foi levada pela força da correnteza e não pôde ser recuperada.

Posteriormente, os policias foram à casa do abordado e, com a autorização da proprietária, mãe do denunciado, averiguaram o local até localizar mais 16 gramas da mesma substância, bem como uma caderneta contendo anotações contábeis do tráfico de entorpecentes, e 2 rolos de papel filme utilizado no preparo e acondicionamento da maconha para a comercialização.

Diante dos fatos, o homem de 26 anos de idade, natural de Antonina, recebeu voz de prisão e foi encaminhado até a Delegacia de Polícia Civil do município, a fim de ser colocado à disposição da Justiça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here