Hospital Pequeno Príncipe poderá se instalar em Paranaguá

0
335

Please enter banners and links.

O Pequeno Príncipe, maior hospital pediátrico do Brasil, poderá se instalar em Paranaguá. Com mais de 100 anos de atividades, o local conta com 70% do atendimento destinado ao Sistema Único de Saúde (SUS) e oferece 32 especialidades médicas a crianças e jovens.

Nesta quarta-feira, 3, o prefeito Marcelo Roque e o vice-prefeito José Carlos Borba, além do deputado estadual Michele Caputo, presidente da Câmara Municipal Fábio Santos e a secretária de saúde Lígia Cordeiro, visitaram o Hospital Pequeno Príncipe em Curitiba para participar de uma reunião com a diretoria do pediátrico.

Na ocasião foram apresentadas as demandas do município, conforme levantamentos da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) com relação ao atendimento médico a crianças e adolescentes. O diretor corporativo do Complexo Pequeno Príncipe, Dr. José Álvaro da Silva Carneiro, e o diretor clínico da instituição, Dr. Donizetti Dimer Giamberardino Filho, receberam a comitiva de Paranaguá.

O prefeito lembrou do trabalho que foi desenvolvido para tornar a Unidade Avançada Oncológica do Erasto Gaertner realidade e afirmou que a possível vinda do Pequeno Príncipe acontecerá da mesma forma. “Com base em nossa experiência e credibilidade, a equipe do Pequeno Príncipe manifestou interesse. Posso avaliar a reunião como produtiva, garantindo também, a nossa expectativa positiva. É apenas o 1.º passo de um projeto que se concretizará”, salientou Marcelo Roque.

Quando o projeto do Erasto Gaertner se iniciou, em 2018, o deputado estadual Michele Caputo estava como secretário estadual de saúde, contribuindo inclusive, com a vinda da Unidade Oncológica para Paranaguá. “Estou aqui, novamente, a favor da saúde descentralizada. Com o Pequeno Príncipe em Paranaguá, daremos um significativo salto de qualidade no atendimento infantil. Queremos a ortopediatria, a neuropediatria, além de outras especialidades possíveis perto das nossas famílias”, disse.

O local para as possíveis instalações também foi mencionado durante a reunião. Conforme a secretária municipal de Saúde, a antiga sede da Semsa (na Avenida Gabriel de Lara) será visitada pela equipe do Pequeno Príncipe. “Serão feitas avaliações para saber se o local é adequado ou não. Disponibilizamos, também, uma série de informações que apresentam nossas necessidades”, resumiu.

Em rápida análise, o diretor corporativo do Complexo Pequeno Príncipe, Dr. José Álvaro da Silva Carneiro, afirmou que Paranaguá tem um número expressivo de crianças e adolescentes que são potenciais usuários da instituição. “Precisamos pensar a curto, médio e longo prazo. Nossa próxima etapa é estudar a ideia, para que assim possamos prover as expectativas do município”, explicou.

O vice-prefeito, José Carlos Borba, manifestou seu entusiasmo emocionado. “É um projeto que vai fazer o bem para as nossas crianças. Uma ideia que partiu com uma única vontade: oferecer uma saúde de qualidade para o público infantil. Posso afirmar que é o início de algo que vai ser realizado”, expressou.

Já o presidente da Câmara Municipal de Vereadores, destacou que a união de todos é o que vai fazer a diferença na concretização deste projeto. “A Casa de Leis está de portas abertas para receber, e sobretudo, apoiar iniciativas que beneficiem a nossa população. Compartilho um sentimento de esperança, pois a semente que foi plantada hoje rendará frutos positivos”, disse Fábio Santos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here