Cerca de quatro mil quilos de entulhos são retirados da comunidade marítima de Amparo

0
62

Please enter banners and links.

A comunidade marítima de Amparo recebeu nesta semana, uma ação de retirada de entulhos. A medida visa minimizar os riscos de proliferação do mosquito Aedes Aegypti na localidade. “O trabalho de combate a dengue é realizado durante todo o ano sem paralisações, contudo, nossa cidade tem algumas questões atípicas de temperatura com dias de muito calor e chuvas. Essa situação climática é propícia para a proliferação do mosquito e sempre nos preocupa”, observa a superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde, Maristela Cerqueira.

Ações mais pontuais com a participação de outras secretarias municipais também estão sendo realizadas em bairros com maior incidência de casos de dengue e em ambientes onde é encontrado um maior número de criadouros do Aedes Aegypt como na Ilha dos Valadares, Ponta do Caju e Costeira.

As comunidades marítimas também tem recebido atenção. Nesta semana, com o apoio das secretarias de Agricultura e Pesca, e Meio Ambiente, foi recolhido um grande número de entulhos na comunidade de Amparo. “A retirada de lixo já ocorre normalmente, mas fizemos uma ação específica para retirada de entulhos com a participação também da comunidade do Amparo que está engajada nessa luta contra a dengue, inclusive nos forneceram apoio com as canoas e até na retirada do material. Parabenizamos o envolvimento dos moradores porque essa conscientização é fundamental no combate ao Aedes Aegypti. Foram utilizadas cinco pequenas embarcações no trabalho de remoção. Foram cerca de três a quatro mil quilos de entulho retirados”, conta Antonio Ricardo dos Santos, secretário municipal de Agricultura e Pesca.

A retirada de entulhos tem ocorrido em vários pontos da cidade por meio da Secretaria de Meio Ambiente. “A ação no Amparo reforça o compromisso da administração municipal para com toda a cidade e não somente com a área urbana. As comunidades marítimas como é o caso do Amparo não são esquecidas na luta contra a dengue que, mesmo com a pandemia do coronavírus, não pode ser esquecida”, destaca o secretário municipal de Meio Ambiente, Vinicius Higashi.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here