Idoso que morreu no Hospital Regional não estava com Coronavírus.

0
351

Please enter banners and links.

O homem de 65 anos que morreu na segunda-feira, 23, no Hospital Regional do Litoral, onde estava internado, testou negativo para COVID-19.

O enterro do idoso, realizado no cemitério Nossa Senhora do Carmo, chamou atenção de populares que passavam pelo local. O caixão estava lacrado e os funcionários da funerária usavam roupas especiais, seguindo um protocolo de segurança, já que o resultado do exame não estava pronto.

SUSPEITO

Além de 34 casos suspeitos da doença que estão sendo investigados no litoral (veja matéria abaixo), um paciente transferido de Matinhos, nesta quarta-feira, 25, para o Hospital Regional do Litoral, em Paranaguá, pode ser o primeiro caso confirmado de COVID-19, na região.

O homem de 31 anos passou recentemente por vários países da Europa, onde os casos da doença se multiplicam, e apresentou os primeiros sintomas clássicos da COVID-19, como tosse, dores pelo corpo e febre, ao desembarcar no Brasil. Ele passou por aeroportos em São Paulo e Rio de Janeiro, antes de voltar para Matinhos, onde mora.

Nesta quarta-feira, 25, com um quadro febril contínuo, ele resolveu procurar atendimento na UPA – Unidade de Pronto Atendimento, no balneário de Praia Grande, onde devido ao histórico de viagens para lugares onde o vírus se alastra, ele foi encaminhado para o HRL.

O homem segue internado na unidade de isolamento da casa hospitalar e aguarda o resultado do exame.

Caso o material coletado teste positivo para COVID-19, será o primeiro caso da doença registrado no litoral do estado.

BOLETIM

A Secretaria de Estado da Saúde (SESA) confirmou mais 27 casos de coronavírus no Paraná nesta quarta-feira (25). 14 homens e 13 mulheres com idades entre 20 e 54 anos são de Curitiba (19), Pinhais (1), Foz do Iguaçu (1), Maringá (1), Ponta Grossa (2), Faxinal (1), Campo Mourão (1) e São Paulo (1) fora do Estado.

O panorama da doença no Paraná é de 97 casos confirmados, 483 descartados e 3.588 em investigação. Nas últimas 24h, a Sesa descartou 286 casos manualmente devido a instabilidade constante do sistema do Ministério da Saúde.

Históricos de viagens e demais informações sobre casos confirmados podem ser verificadas junto às secretarias municipais de saúde.

Até o momento, o Paraná não tem nenhum caso registrado de transmissão comunitária.

No litoral, os casos suspeitos passaram de 16 para 34 em apenas 24h. Neste novo boletim Paranaguá está com 17 casos suspeitos, Guaratuba apresenta 8 casos suspeitos; Pontal do Paraná com 4 casos suspeitos; Matinhos com 3 casos suspeitos e Morretes 2 casos em investigação.

Sobre os casos descartados no litoral: Paranaguá e Matinhos com 3 casos descartados em cada cidade; Guaratuba e Pontal do Paraná com 1 caso descartado em cada município.

DADOS – Todas as notificações pelos serviços de saúde de síndromes respiratórias constam no boletim como casos em investigação.

A medida cumpre a Portaria nº 454/2020, do Ministério da Saúde, que estabelece novos critérios e procedimentos.

Diariamente os serviços de saúde dos 399 municípios do Paraná notificam os atendimentos de síndromes respiratórias via sistema, isso explica o aumento diário significativo nos números em investigação. Porém, nem toda notificação quer dizer que o caso seja considerado como suspeito.

A Portaria do Ministério da Saúde exige a notificação imediata. Após isto, o serviço de saúde municipal, através da análise clínica, define se aquele paciente é um suspeito em potencial e verifica a necessidade, ou não, da coleta de amostra para a realização de testes, ou seja, o número de casos em investigação não significa que todos são considerados suspeitos.

Boletim fornecido pela SESA-PR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here