Dias antes da festa, o Santuário do Rocio participa do Fórum de Turismo Religioso, em Maringá.

0
1403

Please enter banners and links.

Começou nesta quinta, 17, o Fórum Paranaense de Turismo Religioso, .um evento da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio), da Prefeitura de Maringá e da agência Paraná Turismo.

Representando o Santuário Estadual de Nossa Senhora do Rocio, participam do evento, o administrador Adan Carlos da Silva e a Turismóloga Danniela  Pereira. O fórum tem como objetivo apontar caminhos para qualificação profissional e a valorização do patrimônio histórico e religioso do Estado. Os participantes também fazem debates e trocam ideias que visam aumentar o número de viajantes interessados pelos destinos religiosos do Paraná e a valorizar o turismo religioso como importante atividade econômica para os municípios.

Mais de 300 participantes vieram a Maringá, entre representantes públicos dos municípios que integram o Mapa do Turismo Brasileiro, de instituições de ensino superior, das pastorais de turismo, entidades, empresas ligadas ao segmento, autoridades religiosas e estudantes.

Na abertura, a imagem de Nossa Senhora do Rocio foi trazida ao palco e entregue aos organizadores onde ficará até o final do evento. Essa segunda edição do Fórum Paranaense de Turismo Religioso conta com apoio da CNBB, Retur, Abav-PR, Assintec e Pastoral do Turismo.

A Devoção e a Celebração da Padroeira do Paraná

A devoção à NSra do Rocio, se iniciou com uma imagem “pescada” na baía de Paranaguá no século XVII. A devoção tomou vulto e firmou-se quando os habitantes da vila foram assolados por uma peste e recorreram à Mãe de Jesus, rezando junto à imagem da Senhora do Rocio. A terrível doença foi contida e desde então multiplicam-se testemunhos de curas e bênçãos e os relatos são passados de geração a geração pelos que nascem na cidade e levados para todo o mundo pelos marinheiros e visitantes que vem ao porto ali instalado há mais de um século.

Como a devoção, os testemunhos de milagres e graças começaram a ser relatados em outros lugares. Os bispos do Paraná, em 1939, reconheceram a Nossa Senhora do Rocio como padroeira do estado e levaram o pedido ao Papa Paulo VI que em 1977 declarou, “ad aeternum” (para a eternidade), Nossa Senhora do Rocio como a Padroeira do Paraná.

Celebrando Nossa Senhora do Rocio, Padroeira do Paraná, uma grandiosa festa se inicia no próximo dia 3 de novembro. O evento completa, neste ano, a sua 206ª edição. É a maior festa religiosa do Paraná e recebe em torno de 100 mil pessoas durante os 15 dias da programação, contando os participantes da parte religiosa, dos eventos sociais e das procissões. Os organizadores já divulgaram o calendário oficial e os Missionários Redentoristas, responsáveis pelo Santuário, contam com mais um ano de muitas bênçãos e com muitos devotos aos pés de Nossa Senhora do Rocio, na cidade mãe do Paraná.

(Pascom Diocese de Paranaguá)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here