Seminário Diocesano comemora 21 anos com Festa das Vocações

0
943

Please enter banners and links.

Em Campina Grande do Sul, católicos de toda a Diocese de Paranaguá – que abrange 13 municípios – se reuniram no último domingo, 25, para comemorar o aniversário de criação do Seminário e participar do Congresso dos Coroinhas.

 

“Foi um dia maravilhoso” escreveu Nailde Marques nas publicações da rede social sobre a Festa das Vocações. O evento realizado no domingo, 25 de agosto, contou com a participação de mais de 400 crianças e jovens que participam como auxiliares das celebrações (coroinhas) na Igreja Católica. Acompanhando eles, seus familiares, coordenadores, catequistas, voluntários, religiosos, freiras, padres e seminaristas.

 

Logo ao amanhecer, em um dia frio na região montanhosa onde fica o Seminário, chegaram os primeiros ônibus de 16 das 22 paróquias que compõem a Diocese. Recepcionados com um café, os participantes se prepararam para as atividades do dia: A procissão com a oração do terço, a Santa Missa, o almoço, a reunião com o Bispo Dom Edmar Peron, a gincana com atividades desportivas de confraternização e, ao final, uma benção e o envio para suas comunidades.

 

Acompanhando as duas filhas, Bruna e Júlia, coroinhas da Paróquia São Batista, Gerson Pul, morador de Campina, disse que já participou outros anos da festa, “este ano está ainda mais alegre e bonita” disse. Ele gosta de trazer alguns complementos, compra a costela e faz um piquenique nas mesinhas do bosque.

 

Uma curiosidade da festa é a rifa: o primeiro prêmio um boi da raça Nelore e o segundo, um reforçado porquinho. Ângela, voluntária na festa, fez uma foto ao lado do filho Wanderson que estava “cuidando” do prêmio e do visitante André, coroinha do Santuário do Rocio.

 

O Seminário da Diocese, onde residem 7 seminaristas e o reitores Padres Anderson Ulatoski e José Miguel recebe visitantes. Na ocasião do evento de aniversário, as instalações ficam abertas e todos podem conhecer as dependências internas da bonita construção em formato de cruz, com uma horta, quintal, campo de futebol e pomar. O lugar é propicio para o recolhimento, os estudos e a oração. Os seminaristas cuidam de tudo e tem uma rotina de trabalho e atividades diárias que começam às 6 da manhã.

Dom Edmar Peron, na sua homilia, aproveitou para cumprimentar as catequistas pelo dia em que a Igreja lembra deste ministério e agradecer o trabalho que realizam. As vocações, em grande parte, surgem dentro da Catequese. Contou, com emoção, que sua Catequista, senhora Bilia, estava presente na missa de sua ordenação de Bispo, em 28 de fevereiro de 2010, na cidade de Maringá.

 

(Texto e Fotos Giolete Babinski

Veja  mais  no link  https://drive.google.com/drive/folders/1gAXwWZoKMT0klVI9HBVuo1sJqv6rpJC3

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here