Policiais rodoviários são presos suspeitos de aceitar ‘vantagens’ de motoristas no Litoral

0
1882

Please enter banners and links.

Além das prisões, foram cumpridos outros 15 mandados judiciais de busca e apreensão.

Oito policiais do Batalhão da Polícia Rodoviária (BPRv) e civis vinculados aos militares foram presos, na noite desta quarta-feira (24), no Litoral do Paraná. De acordo com a Corregedoria Geral da Polícia Militar do Paraná, os policiais exigiam ou aceitavam vantagens para não cumprir com a fiscalização de trânsito, como por exemplo, não apreendendo carros com licenciamentos atrasados, multas vencidas ou ausência de Carteira Nacional de Habilitação (CHN) em troca de dinheiro.

Além das prisões, foram cumpridos outros 15 mandados judiciais de busca e apreensão. Todos os documentos foram expedidos pela Vara da Auditoria da Justiça Militar Estadual (VAJME) e cumpridos pela própria corporação, em uma operação denominada Coronatus.

 

A investigação foi iniciada pela Corregedoria após ‘denúncia de que, por vezes, em alguns postos, os militares estaduais exigiam ou aceitavam receber vantagens indevidas para não realizarem a sua função, na fiscalização policial e de trânsito pertinentes’, segundo diz a nota oficial da Polícia Militar (PM).

Segundo informações apuradas pela Banda B, os oito policiais presos são de Guaratuba (Coroados) e Matinhos (Alexandra-Matinhos). Eles estavam sendo observados há meses em um caso que corre em sigilo e já acumula cerca de 30 filmagens que exibem as supostas atitudes ilícitas.

Conduta

Por meio de nota à Banda B, a Corregedoria Geral da PMPR ressalta que condutas como as apontadas aos policiais militares indiciados não são compactuadas pela corporação e são veementemente combatidas até para valorizar os policiais militares que pautam seu trabalho pela retidão de postura e não por sentimentos de natureza pessoal. À disposição da população para denúncias, estão o 0800-643-7090 e o site da corregedoria: www.corregedoria.pmpr.pr.gov.br.

FONTE : BANDA B

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here