INCÊNDIO EM CASAS DE PARANAGUÁ TRAZ A TONA A FALTA DE MANUTENÇÃO NA FROTA DO CORPO DE BOMBEIROS.

0
250

Na noite de sexta-feira (5) um incêndio atingiu duas casas localizadas no bairro Costeira, em Paranaguá, e com isso um outro assunto veio a tona por conta da falta de manutenção preventiva na frota do Corpo de Bombeiros.

O incêndio se deu pelo fato de uma vela acesa em uma casa de madeira e se alastrou para a residência ao lado na Rua João Pessoa, próximo do destacamento do Corpo de Bombeiros, porém a frota que tem neste grupamento falta manutenção.

A situação revoltou moradores e a população em geral, até que chegou mais um caminhão que veio de Morretes para ajudar no combate as chamas.

O Corpo de Bombeiros do Paraná emitiu, na manhã do sábado, uma nota oficial sobre o assunto e expôs toda a dificuldade que está tendo no trabalho aqui no litoral. Segue a nota:

NOTA OFICIAL

Em relação às operações combate a incêndio urbano (residencial), ocorrido na data de ontem, 05 de abril, por volta das 22h51min, no bairro Costeira, em Paranaguá/PR, este Oficial em comando, com base no princípio da transparência na Administração Pública e em respeito à comunidade litorânea, esclarece que:
As guarnições de combate a incêndio dos Postos de Bombeiros Costeira e Nilson Neves (Paranaguá) realizaram o primeiro combate às chamas de forma técnica, racional e com os recursos, em termos de caminhões de combate a incêndio, que, no momento, dispunham.

Ocorre que, este Grupamento de Bombeiros, assim como outras unidades de bombeiros militares e instituições do estado, está enfrentando, há mais de três anos, sérios problemas relacionados ao sistema disponível de manutenção preventiva/corretiva da frota de veículos operacionais e administrativos, o que, consequentemente, acaba limitando nossa capacidade de resposta. Porém, mesmo com tal diminuição, estamos procurando manter as condições mínimas operacionais.

Assim, dentro dos princípios táticos internacionalmente reconhecidos de comando de incidente, estamos procurando disponibilizar, para cada município do litoral em que exista um quartel do Corpo de Bombeiros, ao menos uma viatura de combate a incêndio, além das equipes de busca e salvamento e atendimento pré-hospitalar (ambulâncias).

Desta forma, como ocorreu ontem nesse incêndio com a vinda de um caminhão oriundo de Morretes, qualquer situação de maiores proporções, receberá apoio, de forma proporcional e modular, proveniente dos quartéis de bombeiros localizados nos municípios mais próximos. Em uma comunidade, como a que temos em Paranaguá, onde há forte presença de técnicos em segurança do trabalho e brigadistas, tal entendimento tático pode ser facilmente compreendido.

Ainda com relação à disponibilidade de caminhões de combate a incêndios, informo que estamos em gestões constantes junto ao comando estadual do Corpo de Bombeiros, o qual está fortemente empenhado, no sentido de melhorarmos o sistema de manutenção vigente, além da viabilização de novos caminhões ainda este ano.

Por fim, lamentando perdas materiais em função do ocorrido e entendendo perfeitamente os questionamentos da comunidade e da impressa em geral, agradeço o empenho de nossos Bombeiros Militares, dos Policiais Militares presentes na cena, das pessoas que procuraram ajudar da melhor foram possível, da compreensão dos órgãos de imprensa e, finalmente, à Paranaguá Saneamento que, de pronto, nos enviou caminhão pipa para apoio.

Paranaguá, PR, 06 de abril de 2019.

Major QOBM Jonas Emmanuel Benghi Pinto
Comando do 8º Grupamento de Bombeiros – Litoral do PR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here