Vacinação contra gripe termina sexta-feira e tem baixa procura de crianças e idosos

0
231

Doses estão disponíveis em todos os 19 postos de saúde de Paranaguá, que atuam das 8h às 18h, e também nos quatro que funcionam com horário estendido, até 23h.

Termina na próxima sexta-feira (15) a campanha de vacinação contra a gripe Influenza. As doses estão sendo oferecidas em 19 unidades de saúde de Paranaguá, que funcionam das 8h às 18h, e também nas que tem horário estendido, até 23h (Alexandra, Vila Garcia, Ilha dos Valadares e Serraria do Rocha).

A média de vacinação até agora fica na casa dos 70%, conforme dados do Departamento de Epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde e Prevenção (Semsap). A meta é imunizar 27.156 pessoas, mas somente cerca de 19 mil procuraram as unidades. No entanto, em alguns grupos do público alvo umas situações são preocupantes, pela baixa procura.

Crianças estão entre os grupos que não atingiram a meta estabelecida. Das 9.971 com idade entre seis meses e anos que podem receber a dose somente 2.889 foram imunizadas, perfazendo apenas 28,97%.

Entre os idosos os índices registrados também são insatisfatórios. Foram 8.892 doses aplicadas de um total de 12.727, com 69,87% da meta. Para as gestantes houve fato igual, com apenas 35,27% da meta estabelecida, com 570 doses aplicadas para uma população de 1.616 pessoas previstas.

O secretário municipal de Saúde e Prevenção, Paulo Henrique de Oliveira, lembra que dados divulgados pelo Governo do Estado apontam que foram registradas 18 mortes por gripe no Paraná, sendo 13 delas em pessoas com doenças crônicas. “É importante que a população se vacine, porque o vírus está em circulação, podendo assim fazer novas vítimas”, destacou o secretário.

PÚBLICO ALVO

O Ministério da Saúde definiu alguns fatores para aplicar a vacina no público alvo. O risco de exposição aos vírus e a resistência à doença estão entre eles. Para receber a vacina deve ser apresentada carta de recomendação médica nos postos de vacinação.

Podem ser vacinados, crianças de 6 meses a 5 anos incompletos, gestantes (em qualquer período gestacional), puérperas (mulheres que tiveram parto recente, em até 45 dias), trabalhadores da área da saúde, professores (rede pública e particular), idosos (mais de 60 anos de idade), populações indígenas e doentes crônicos.

São consideradas doentes crônicos pessoas com diabetes, doenças crônicas respiratórias, renais, cardíacas, hepáticas e neurológicas, transplantados, obesidade grau III, pessoas com trissomias (Síndrome de Down, de Klinefelter, de Wakany, dentre outras) e imunossupressão (comprometimento do sistema imunológico).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here