CORPO DE UMA MULHER É ENCONTRADO NO MEIO DO MATAGAL EM ALEXANDRA

0
293

Na última quarta-feira (10), por volta das 17:00 horas, o COPOM foi acionado através de uma ligação de uma jovem de 15 anos, relatando que foi vítima de estupro e que o estuprador disse ter matado sua mãe.

Imediatamente uma equipe policial foi até o local informado, no KM 19, rigião do Rio das Pedras, no bairro Alexandra, em Paranaguá.

No local, a adolescente contou todo o caso e disse que isso já vinha acontecendo desde o sábado passado, dia 6 de janeiro. O estuprador seria o vizinho e a ameaçava com uma arma branca para cometer o crime e por vezes a estrangulou.

Um casal morava de favor na casa deste homem e a moça ajudou em alguns momentos a empurrar a menor em direção ao estuprador. E a adolescente de 15 anos vivia em cárcere privado.

Durante a apuração dos fatos, o irmão da menor apareceu e contou aos policiais que viu uma mulher na casa de sua mãe que disse cuidar de sua irmã. A menor então falou que se tratava da mulher que presenciou o estupro. A jovem e o seu irmão foram encaminhados até a 1ª Sub Divisão Policial para as devidas providências necessárias.

E ontem, sexta-feira (12), os moradores da região de Alexandra encontraram um corpo dentro de um saco plástico no meio do matagal boiando em um córrego e preso pela vegetação.

O corpo foi recolhido e encaminhado para o IML de Paranaguá para exames complementares para confirmar se o corpo é de Lúcia Cordeiro, de 39 anos, moradora na região, a mãe da menor de 15 anos.

A Polícia Civil está investigando o caso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here