3 ANOS SEM O BISPO DE PARANAGUÁ, DOM ALFREDO NOVAK

0
115

Neste domingo (3), completa três anos da morte do bispo emérito de Paranaguá, Dom Alfredo Ernest Novak. Ele faleceu aos 84 anos, em decorrência do Mal de Parkinson, doença contra a qual o sacerdote lutava há 11 anos.

Dom Alfredo Novak foi o segundo bispo de Paranaguá, tendo como lema “Enviou-me a proclamar a Boa Nova”, e teve intensa atuação nas atividades da CNBB, exercendo as funções de assessor do Setor de Meios de Comunicação Social e de secretário executivo da Campanha da Fraternidade, no período de 1968 a 1979. Em 2013, recebeu o título de Cidadão Honorário do Estado do Paraná, concedido pela Assembleia Legislativa.

Dom Alfredo motivou a construção do Seminário Senhora do Rocio em Campina Grande do Sul (PR). Incentivou profundamente a devoção a Nossa Senhora do Rosário do Rocio, levando sua imagem a todas as paróquias do Paraná, passando pelos 399 municípios paranaenses durante três anos, preparando o Jubileu do Novo Milênio no ano 2000.

Em 15 de novembro de 1999, na festa anual de Nossa Senhora do Rocio, reuniu em Paranaguá cinquenta mil devotos, com a presença de todos os Bispos do Paraná.

Em seu ministério episcopal criou novas paróquias em Paranaguá, Pontal do Sul e Campina Grande do Sul. Levou diversas congregações femininas para a Diocese. Ordenou diversos padres diocesanos. Declarou a igreja de Nossa Senhora do Rocio como Santuário Diocesano, e, os Bispos a declararam Santuário Estadual, em 2004.

O bispo emérito de Paranaguá, Dom Alfredo Ernest Novak, está na lembrança de todos e deixa muitas saudades.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here