Crianças internadas após comerem risoto em escola de Antonina começam a deixar o hospital

0
37

Os médicos do Hospital Municipal Sílvio Bittencourt Linhares, em Antonina, no litoral do Paraná, já começaram a liberar parte das 26 crianças que foram internadas, após comerem um risoto servido na Escola Municipal Professora Maria Rosa Martins Cecyn. De acordo com a Secretaria da Saúde, 21 crianças já receberam alta e outras cinco ainda permanecem sob observação.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Odileno Garcia Toledo, as crianças que ainda estão internadas aguardam o prazo de 48 horas desde a internação, para que seja garantido que elas estão bem.

Além das 26 crianças que foram internadas, outras nove pessoas também passaram mal após a ingestão do risoto. Ao todo, 30 crianças com idades entre oito e 12 anos tiveram problemas.

Conforme Toledo, as pessoas apresentaram quadro de vômito e outros sintomas, que indicam uma possível intoxicação alimentar.

Comida doada

O risoto que causou todo o problema foi doado por uma igreja de Antonina. A comida sobrou após um evento realizado na paróquia, no domingo (15). De acordo com Toledo, a diretora aceitou a doação e serviu a comida aos alunos da escola.

A Vigilância Sanitária da cidade foi acionada e recolheu amostras da comida. O material foi encaminhado ao Laboratório Central do Estado (Lacen), em Curitiba, para que a causa das internações seja identificiada.

Outro lado

G1 tentou falar com a diretora da escola em que o problema aconteceu, mas não conseguiu contato com ela até a última atualização desta reportagem. O padre Luciano Enes, responsável pela igreja que doou o alimento, também foi procurado, mas não foi encontrado.

Pelo Facebook, ele publicou uma nota, em que pede desculpas pela situação. “Diante disso conto com vossas orações e sabem como nossa intenção não foi de causar mal estar em ninguém! Peço desculpas aos familiares das crianças, funcionários e direção da Escola. Deus abençoe!”, diz trecho do texto.

FONTE : G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here